MENU

O segredo da gestão competente

O segredo da gestão competente

E se eu dissesse que existe um segredo para a gestão competente? E mais, se eu contasse que esteve sempre debaixo dos seus olhos.

No futebol usa-se muito a expressão: “Em equipa que vence não se mexe”. Como facilmente se percebe não há expressão mais errada! No mundo, em constante mudança, em que a capacidade de adaptação e inovação são fatores chaves para o sucesso das empresas, como não vamos mudar as equipas e a forma como as gerimos.

Para além de estar errada pode, também, induzir a equipa que perdeu num tremendo erro. Imagine que a equipa que perdeu decide aplicar a mesma tática (estratégia) da equipa vencedora e recorre à sua eficiência operacional para a executar sabe o que vai acontecer? Pode até ganhar jogos mas não está a obter vantagens competitivas sustentáveis, pois não se baseou num posicionamento tático diferenciador e nem olhou para as capacidades da sua equipa.

O mesmo aplica-se à gestão competente das empresas, já que o segredo reside na formulação de novas estratégias. Estratégias que para serem bem desenvolvidas passam por dois grandes focos: Pessoas e Processos. Se a competência da gestão é um fator diferenciador dos Best Workplaces™ (87% dos colaboradores reconhecem essa característica na sua gestão, Edição 2019), não se pode esquecer da importância da definição e da comunicação da estratégia (84% dos colaboradores afirma que a equipa de gestão tem uma visão clara dos objetivos e dos meios para os atingir). Estas duas afirmações podem até contribuir para os KPI’s da equipa de gestão.

Investir em pessoas e investir em processos, significa desenvolver a cultura organizacional, algo que não é fácil de mudar ou desenvolver. Daí a importância de uma correta atribuição de tarefas e da boa coordenação de pessoas, afirmação com um índice de 76% no Best Workplaces™ Portugal 2019. Estes ambientes são, também, marcados pelo investimento nos colaboradores, através de formação, de oportunidades de crescimento e da preocupação, enquanto pessoa.

Desenvolver uma cultura é um trabalho diário, iterativo e bastante analítico. Daí a importância de ouvir os colaboradores, através de um survey, para conseguir avaliar como a sua cultura está a ser percecionada pelos mesmos.

As práticas de gestão podem ser divididas em 4 grandes áreas: operações, performance, estabelecimento de objetivos e gestão de talentos. Estas práticas não têm que ser complexas, mas obrigam a um elevado compromisso e alinhamento da “alta liderança”, na identificação das competências necessárias para a sua adoção e, por vezes, a uma mudança do mindset de todos os colaboradores. Estas práticas de gestão corretamente implementadas conduzem ao sucesso da estratégia.

A gestão de talentos é hoje a área que mais se fala, tanto no que respeita à capacidade de atração, tal como à capacidade de retenção das organizações. Este foco nas pessoas que atualmente, resulta da evidência que o colaborador é uma peça determinante no sucesso das organizações.

Então com que linhas podemos fazer a gestão de talentos? Esta gestão passa pelo foco no talento nos níveis mais elevados na organização, com a definição de metas desafiantes para garantir o seu desenvolvimento. Já as baixas performances têm que ser identificadas e entendidas como oportunidades de melhoria no processo de desenvolvimento dos talentos. As oportunidades de desenvolvimento/crescimentos são que levam 37% dos colaboradores a permanecer nas empresas Melhores Lugares para Trabalhar em Portugal, Edição 2019.

Por último, importa referir que, apenas, consegue-se reter talentos caso a organização apresente uma proposta de valor para os mesmos. Os talentos querem ser valorizados e querem fazer parte integrante do sucesso da organização. Terá que envolvê-los neste processo.

Os Best Workplaces™ provam que vale a pena investir na criação de práticas de gestão, para melhorar o desempenho da empresa. No entanto, são prova que as práticas implementadas devem ser adequadas e adaptadas ao negócio, à cultura e às pessoas, só estas irão conduzir ao sucesso.

Saiba como pode melhorar as suas práticas de gestão através dos nossos ebook gratutitos >> aqui! 


 Nota: Quero destacar um artigo muito interessante que li, e no qual me inspirei para desenvolver esta apreciação. Visite o artigo sobre gestão competente da TGA >> Valoriza a Gestão competente?, por Gabriel Silva.

Fonte dos dados:  Estudo Best Workplaces™ 2019

Vamos conectar-nos? Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

ARTIGOS ASSINATURA MK