MENU

O stress e as organizações

O stress e as organizações

A Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou o stress como a "epidemia de saúde do século XXI". Esta doença afeta, cada vez mais, pessoas a nível global e assume-se como uma realidade incontornável dos nossos dias. O Fórum Económico Mundial deixa, também, um alerta, ao estimar que até 2030, as despesas relacionadas com a saúde mental irão ultrapassar a marca de 6 trilhões de dólares por ano. 

Stress, longas jornadas de trabalho e doenças contribuem para a morte de quase 2,8 milhões de trabalhadores todos os anos. No que respeita, ao ambiente laboral, as razões mais apontadas pelos portugueses para o stress no trabalho são (por ordem decrescente):

·         As horas/volume de trabalho;

·         A reorganização do trabalho ou insegurança no trabalho;

·         A falta de apoio por parte dos colegas e chefes;

·         A intimidação ou o assédio;

·         A falta de clareza nas funções e responsabilidades;

·         A falta de oportunidade de gerir a sua forma de trabalhar.

Os Melhores Lugares para Trabalhar reconhecem que os aspetos que compõem o stress e influenciam  o bem-estar são gerados não só pela vida pessoal, mas também pelo ambiente de trabalho, pelo que  sentem a necessidade de discutir amplamente no ambiente laboral o tema da saúde física e mental. Este tema faz, cada vez mais, parte da agenda dos executivos, que se reunem com o objetivo de pensar ações para promover a boa condição física, mental e/ou psicológica.

É importante sublinhar que quando as empresas investem no bem-estar, verificam-se  os seguintes impactos nos negócios: 

·         Maior engagement dos colaboradores

·         Maior satisfação dos clientes

·         Mais inovação

·         Maior capacidade de atrair e reter talentos

·         Maior desempenho financeiro

Nos Best Workplaces™ é comum o teletrabalho, assim com a flexibilidade do horário. Ao longo do dia são utilizadas múltiplas plataformas de gestão das tarefas e que avisam que está na hora de fazer uma pausa. Existem, ainda, organizações que param a sua atividade para uns minutos de ginástica laboral ou para uma aula de yoga ou pilates. Estas organizações oferecem, também, serviços de apoio psicossocial e de orientação aos colaboradores, para os ajudar a enfrentar e gerir situações delicadas (seja de âmbito laboral, como pessoal), assim como programas de avaliação confidenciais e personalizados do estado de saúde e estilo de vida do colaborador(a). Estas organizações para além de promoverem a prática da atividade fisica e  desportiva, promovem workshop de mindfulness e sobre a gestão do stress.

 A reação de stress é uma reação normal às exigências da vida, e algum grau de stress pode ser produtivo e motivador. No entanto, é importante assegurar uma gestão do stress eficaz de forma a manter um bom estado de saúde e uma boa qualidade de vida. Para os(as) que estão a trabalhar no planeamento estratégico de 2020. E se o seu objetivo for construir um ambiente de trabalho saudável?

Leia também a infografia complementar deste artigo

Stress nas organizações
Infografia
O Stress e as organizações
Infografia | Estão as empresas preparadas?

 

 

 ARTIGOS ASSINATURA CARLA

ARTIGOS ASSINATURA SC 2

 

 

“Para ter um negócio de sucesso, alguém, algum dia, teve que tomar uma atitude de coragem.”- Peter Drucker