MENU

Sentimento de pertença: O que significa e porque importa?

Sentimento de pertença: O que significa e porque importa?

O sentimento de pertença é vital para o desempenho, inovação e permanência, e começa com o compromisso dos líderes.

Pertencer é um dos maiores chavões nas organizações atualmente.

Já não era sem tempo.

Gerações de executivos fecharam os olhos à forma como as pessoas – isto é, pessoas de diferentes origens – se encaixam na sua cultura.

Mas tem sido impossível negar a importância de pertencer nos últimos anos. Movimentos de justiça social como #metoo e #BlackLivesMatter têm questões elevadas de diversidade, equidade e inclusão.

A pandemia e a Grande resignação também tornaram a criação de uma cultura de envolvimento mais crítica do que nunca – não só para o bem-estar dos colaboradores, mas para o sucesso empresarial.

A Great Place to Work® tem estudado culturas de trabalho com elevado sentimento de pertença há muitos anos. Aqui está o que encontrámos.

O que é pertencer ao local de trabalho?

Pertencer ao local de trabalho é o sentimento de um colaborador ao entender que a sua singularidade é aceite e até valorizada pela sua organização e colegas. Pertencer é a acumulação de experiências do dia a dia que permite que uma pessoa se sinta segura e traga o seu eu completo e único para o trabalho.

Pertencer não é simplesmente que os colaboradores se sintam apreciados pelo trabalho que fazem ou pelo papel que desempenham na organização – a pertença é mais profunda.

Os colaboradores que se sentem tratados como "insider", e são encorajados a manter a sua singularidade dentro do grupo de trabalho, sentem um alto nível de pertença.

Isto significa valorizar os vários componentes da identidade de um colaborador, como ser pai, ser de uma determinada raça ou ser de uma determinada orientação sexual. Neste sentido, o sentimento de pertença é um primo próximo da diversidade e da inclusão.

Pertencer é o sentido de um colaborador de que a sua singularidade é aceite e até valorizada pela sua organização e colegas.

A diversidade está a ser convidada para a festa, a inclusão é convidada para dançar e a pertença é dançar como se ninguém estivesse a ver, porque é assim que se sente livre para ser você próprio.

Pertencer à empresa baseia-se no trabalho do psicólogo  Abraham Maslow e na sua hierarquia de necessidades. Para Maslow e outros investigadores, a necessidade de pertença e amor situa-se no meio da pirâmide das necessidades humanas, acima das necessidades físicas básicas, mas necessária antes de atingir o pico da necessidade humana de "autoatualização".

piramide maslow

 

Porque é importante o sentido de pertencer ao trabalho?

 Sentir que pertencemos à organização tem impacto no desempenho do negócio e no bem-estar dos colaboradores. Pertencer é necessário para trazer o melhor de todos no trabalho.

Se os colaboradores não sentem um sentimento de pertença, são mais propensos a sentirem-se inseguros sobre o lugar que ocupa na organização e sentem menos liberdade para serem versões autênticas de si próprios. E essa insegurança, esse medo, mina o seu desempenho, a sua criatividade e a sua capacidade e vontade de colaborar.

A nossa pesquisa revela que quando os colaboradores sentem que pertencem ao local de trabalho tem:

  • 3 vezes mais probabilidade a sentir muita vontade de ir trabalhar (pessoas que adoram segundas de manhã)
  • 3 vezes mais probabilidade a dizer que o seu local de trabalho é divertido
  • 9 vezes mais probabilidade a acreditar que as pessoas são tratadas de forma justa, independentemente da sua raça
  • 5 vezes mais probabilidade de querer ficar na sua empresa por muito tempo

Na Great Place to Work®, escrevemos o termo "For All" para descrever locais de trabalho que são consistentemente ótimos para todos os seus colaboradores – não importa quem sejam ou o que fazem pela organização.

For All™ são organizações onde diversos colaboradores sentem que pertencem. E a nossa pesquisa mostra que empresas For All™ obtêm receitas três vezes mais rápido do que os seus rivais menos inclusivos.

Uma cultura de pertença também é fundamental para reter funcionários durante a Grande resignação.

O senso comum sugere que as pessoas deixarão um lugar onde não sentem que pertencem, mas muitos empregadores estão a perder este ponto: pesquisas recentes mostram que o sentimento de pertença é uma das três razões mais importantes que os colaboradores dão para deixar o seu emprego. Mas pertencer não desfez as 10 principais razões dadas pelos empregadores.

O sentimento de pertença é uma das três razões mais importantes que os colaboradores dão para deixar a organização.

Como se mede o sentimento de pertença no local de trabalho?

A medição do sentimento de pertença ao local de trabalho requer acesso a dados fiáveis e quantitativos da experiência dos colaboradores; não pode basear-se apenas em feedback qualitativo.

O sentimento de pertença é algo tão pessoal e sensível que é muito difícil obter feedback significativo a menos que as pessoas sintam que é seguro para serem honestos, sendo o ideal medir através de inquéritos confidenciais de terceiros para tranquilizar os colaboradores a partilhar feedback aberto e honesto sobre a sua experiência.

O feedback qualitativo pode ser útil, mas executar grupos de foco ou solicitar feedback anónimo não é um substituto adequado para um inquérito, é necessário um objetivo para trabalhar, senão nunca haverá certeza de que se vai na direção certa.

Também é muito mais difícil conseguir atrair novos líderes quando não se tem dados sólidos, uma vez que os líderes podem questionar a validade dos resultados qualitativos. Isto é especialmente verdade quando se está a trabalhar em algo como pertencer à organização, e está especificamente interessado na experiência de pequenos grupos de colaboradores.

A sua organização está a fazer o suficiente para promover um sentimento de pertença?

À medida que o mercado de talentos de topo continua a apertar, cada vez mais líderes começaram a perguntar se fizeram tudo ao seu alcance para ajudar os colaboradores a sentirem-se como pertencentes.

Já não era sem tempo.

Medir e acompanhar

Está a pensar como cultivar o sentimento de pertença e construir uma grande cultura no local de trabalho? Fale connosco, sabemos o que a sua organização precisa.

Tem um local de trabalho onde as pessoas sentem que pertencem? Está na hora de ver a sua organização reconhecida como um bom lugar para trabalhar através do selo Certified™ e mostrar aos candidatos a emprego que na sua organização existe uma excelente cultura

 


GPTW